“Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê: primeiro do judeu, depois do grego. Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus, uma justiça que do princípio ao fim é pela fé, como está escrito: “O justo viverá pela fé”. Romanos 1.16,17

A partir do próximo domingo começaremos nossa celebração a respeito dos 500 anos da Reforma Protestante. Já estamos acostumados a ouvir sobre Martinho Lutero e João Calvino, sobre os Cinco Solas, sobre a Justificação pela Fé, sobre o Sacerdócio Universal de todos os Santos, sobre o acróstico TULIP, sobre a revolução econômica promovida pela Reforma na Europa.

Esses e muitos outros, são temas que devemos conhecer e pelas quais damos graças ao Senhor, porque são verdades e eventos que mudaram a história. A partir da Reforma, foi criada uma nova eclesiologia que nos permitiu ter um formato novo de uma igreja em que o povo faz, efetivamente, parte dela. O “véu foi rasgado”, e agora temos acesso livre e direto com Jesus, nosso Senhor.

Olhamos para os eventos ocorridos que geraram a Reforma e para o que foi gerado a partir dela, com GRATIDÃO a Deus por ter provido tantos homens e mulheres que fizeram com que as Escrituras chegassem até nós, mas não queremos ficar presos no passado.

AGORA SÃO OUTROS 500!

Queremos ser “cooperadores” de Deus na construção de um mundo e de uma igreja que sempre está se reformando, com transformações coerentes e condizentes com os ensinos das Sagradas Letras.

Foi Tozer que disse:

“DEUS NOS GEROU EM SUA PROVISÃO E AQUILO QUE ESTÁ DIANTE DE NÓS É SEMPRE MAIOR DO QUE AQUILO QUE FICOU PARA TRÁS”. Que desafio!

AGORA SÃO OUTROS 500!

Não estamos na Idade Média, não temos Martinho Lutero ou João Calvino em nosso meio, não estamos na Suíça e nem na Alemanha, mas temos o mesmo Deus e Senhor, temos um mundo inteiro a ser alcançado pela palavra do Evangelho, homens e mulheres que estão perdidos sem a luz do Evangelho de Jesus… e temos nós.

Isso mesmo! Nós. Eu… você…

Lutero e Calvino e tantos outros foram usados por Deus para transformar o mundo. Eu e você podemos fazer parte de uma nova geração que faz diferença na família, na cidade, no país, HOJE.

Queremos agradecer a Deus e honrar aqueles que dedicaram suas vidas para a glória de Deus, mas, acima de tudo, queremos ser úteis nas mãos de Deus HOJE.

AGORA SÃO OUTROS 500!                                                   

 Jônatas