pastoral“… e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.” At 2.42

Vivemos um tempo de crise. Uma delas é a crise da verdade está em crise. O que é a verdade? Tudo é verdade e ao mesmo tempo nada é verdade. Tudo depende do ponto de vista. Alguma coisa está errada.

Algum tempo atrás o Banco Central da Índia anunciou que a partir da “zero hora”, todas as notas de 500 e 1000 rúpias não valeriam mais ABSOLUTAMENTE NADA, seriam tomadas como notas de 0,00 rúpias. O que existia deixou de existir. A verdade demonstrada em um valor monetário, não era real mais. As pessoas tinham ‘notas’ no bolso, mas elas não existiam mais.

Os organizadores do dicionário que é referência no mundo, o Oxford English Dictionary, acrescentaram o verbete PÓS-VERDADE nele. Infelizmente, essa é a cultura que vivemos.

Na década de 1960 uma capa de revista de alta circulação anunciou que “Deus está morto”!. A mesma revista, na década de 1970 disse: “Marx está morto”. Agora estamos na época de dizer: “A verdade está morta”! Nós a matamos todas as vezes que não lidamos com ela de forma concreta e lógica. Sempre que a verdade for tratada como abstrata e simbólica, estamos levando a verdade ao necrotério.

Essa preocupação é muito séria quando falamos das verdades que cremos. Muitos diriam, que não podemos fazer afirmações teológicas ou doutrinárias e trata-las como “verdades”.

Aproveitando que neste ano é comemorado os 500 anos da Reforma Protestante do século XVI, pensamos em alguns fundamentos que ela nos deixou. Uma delas, é a defesa da verdade a partir da Bíblia como A Palavra de Deus.

Uma das características da igreja primitiva, conforme o texto bíblico acima, era a perseverança na doutrina. Hoje, dizem os intelectuais, cada um crê no que deseja, cada um tem sua própria verdade. Não é isso que cremos.

Nos preocupamos com o ensino bíblico e teológico coerente, e por isso, convidamos você a participar dos cursos oferecidos pela igreja para que você cresça na verdade, e no conhecimento dos desígnios do Deus Eterno. São várias as opções. Adultos, jovens, adolescentes e crianças tem a oportunidade de crescerem na graça e no conhecimento do nosso Senhor Jesus Cristo, conforme a instrução do apóstolo Pedro.

E não nos esqueçamos das palavras de Jesus: E CONHECEREIS A VERDADE, E A VERDADE VOS LIBERTARÁ. Jo 8.32

Rev.  Jônatas