O que trata da figueira comerá do seu fruto; e o que cuida do seu senhor será honrado. Pv 27.18

Este provérbio destaca uma verdade solene. A verdade de que o trabalho cuidadoso traz resultados garantidos. Ninguém colhe o que não planta. Ninguém usufrui benefícios sem ter feito antes investimentos. Quem não cuida de sua lavoura não come de seus frutos. Quem se entrega à preguiça colherá penúria. Quem encolhe as mãos ao trabalho ceifará a pobreza.

Qual é a sua figueira? Qual é seu campo de semeadura? Onde está sua lavoura? Onde você faz seu investimento?

A figueira não produz abundantemente sem cuidado. É preciso plantar, regar e proteger. É preciso investir tempo e esforço para colher os frutos da figueira.

Este princípio vale para todas as áreas da vida. Quem não semeia nos relacionamentos não colhe amizades duradouras. Quem não semeia no casamento não desfruta de alegrias conjugais. Quem não semeia no trabalho não colhe prosperidade. Quem não semeia na vida espiritual não colhe bem-aventurança.

Mais do que investir na sua lavoura, o prudente tem um profundo senso de mordomia e um forte espírito de serviço. Ele cuida do seu senhor e, por isso é honrado. Por não buscar honra para si mesmo e sim o bem-estar do seu senhor, nessa mesma postura ele é honrado.

Rev.  Jônatas